Ciências Sociais, cidadania, comportamento, Crônicas, dia-a-dia, momentos, outros autores, Política, realidade, reflexão, Sandra Barbosa de Oliveira 2

Sobre o milho do Nassif

Os vendedores de milho da Paulista

Acabou minha farra gastronômica na Paulista. Sempre fui milheiro militante, isto é, comedor de milho verde. Já cheguei ao cúmulo de, indo a um restaurante, encontrar um carrinho de milho na porta, comprar uma espiga e pedir um prato para comê-la antes da escolher o prato principal.

Pois a brava Guarda Municipal de São Paulo incluiu os carrinhos de milho nas suas prioridades. Não bastasse o grande tirocínio de considerar que as bancas de revista do centro são refúgios de criminosos, agora resolveu relacionar os carrinhos de milho com os vendedores de produtos pirateados.

Rondam, então, a região. Não encontrando ambulantes que vendem CDs piratas, investem contra os carrinhos, que descem em desabalada carreira Rua Augustua abaixo. Se detidos, perdem carrinhos e milho verde.

Só falta, agora, investirem contra o vendedor de amendoim doce que faz ponto no Conjunto Nacional.

Luis Nassif

27/01/2010 – 18:22

http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2010/01/27/os-vendedores-de-milho-da-paulista/comment-page-1/#comment-930715

******************

… Pois sim amigos, só pra concluir a discussão que se travou lá no Blog do Nassif.

“De nada adianda essa discussãozinha chula entre paulistas e cariocas porque só quem vive nas duas cidades pra saber o quanto as duas são maravilhosas e quais os riscos que as duas estão causando à integridade de seus moradores e visitantes. O Rio de Janeiro realmente acertou o pé quando elegeu uma dupla de administradores visivelmente preocupados com a cidade. O choque de ordem está mostrando ao povo Carioca que leis existem para serem cumpridas e que as pessoas têm que ter um mínimo de civilidade para viverem em sociedade. Parabéns ao prefeito Eduardo Paes pelo trabalho que vem realizando. Em São Paulo, infelizmente, não se teve a mesma sorte. A dupla de administradores parecem estar com a cabeça em outros projetos. O Kassab, ao lançar o projeto
cidade limpa, se esqueceu de olhar para o chão. A cidade nunca esteve tão cheia de lixo nas ruas. De nada adianta limpar o visual da cidade e não investir na educação para que a população fiscalize ostensivamente quem joga lixo nas ruas. Acho que é a população quem deve fiscalizar. As pessoas que estão tendo seus imóveis invadidos pela água, seus carros danificados, que estão perdendo horas no trânsito por causa dos alagamentos.
É a população que tem que dar um basta nisso tudo. Mas cabe à administração educar! Ouço as pessoas reclamando que os bueiros não estão sendo limpos. O que é preciso fazer é não jogar lixo nas ruas para que os bueiros não fiquem entupidos. Apenas um ato de civilidade. Enfim, o que tem o milho verde a ver com tudo isso? A guarda municipal deve ser respeitada, deve exercer o seu dever de manter a ordem pública. A administração e a vigilância sanitária devem manter uma fiscalização sobre os vendedores de alimentos nas ruas, para garantir, isso sim, a qualidade da saúde pública. E nós, pobres sonhadores, que possamos comer nosso milhozinho em paz!”

Sandra Barbosa de Oliveira

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s