Um desabafo … por Eliza!

Quando eu era menina, aprendíamos a querer ser médicas, engenheiras ou advogadas. Porque naquela época, o que dava status e dinheiro eram profissões que traziam estabilidade e bem-estar social. Na década de 1960, eu ainda era muito pequena pra compreender o que o dito “Imperialismo” queria de mim. Demorei muitos anos pra descobrir.

Lembro-me ainda da primeira coca-cola, da primeira calça Lee.

Legal era ter uma casa carregada de eletro-domésticos. Mas queríamos ser médicas ou dentistas, professoras de literatura … independentes e de preferência sem sutiãs …

Conforme fui crescendo percebi que o sonho de minha mãe era que eu tivesse “um marido à minha altura”, que pudesse me proporcionar o tal bem-estar social para que eu pudesse ficar em casa, cuidar dos filhos e ir ao cabelereiro.

Mesmo assim continuei com meu sonho de ser jornalista embora, na época, os “ditadores” não gostassem muito dessas coisas.

Com o passar dos anos, subliminarmente, o tal “grande imperador” foi possuindo as mentes inocentes das meninas. Que de uma hora para outra, sem perceber, foram se sentindo obssecadas por uma outra forma de bem-estar social. De bicicletas e carrinhos de bonecas para carros importados, roupas de marca, restaurantes e viagens. É viver no “jet-set” que agora rouba os sonhos infantis da maioria das meninas.

Parece controverso aos tempos.

Mas a explosão dos desejos de consumo estão dividindo com os hormônios púberes uma inquietação que faz com que nossas menininhas queiram estar sexualmente preparadas para enfrentar holofotes e câmeras, cada vez mais cedo, num vale-tudo pelos “cinco minutos de fama”. E nada mais.

E foi assim com Eliza. Nada diferente do que a grande maioria das meninas, queria ser celebridade. Fazer sucesso, ter fotos na revista “Caras”, apresentar um programa da Globo. Ter paparazzis à sua captura… Nada mais que isso.

Mas foi, junto com seu belo corpo, literalmente devorada por uma sociedade insana, geradora de conceitos e valores constituídos por instituições insanas, geridas por milicianos que representam um povo ignorante que deposita o seu insano voto para eleger governantes irresponsáveis que dizem organizar essa terra de loucos!

Assim… sem mais nada a declarar … silêncio! …

Anúncios

2 comentários em “Um desabafo … por Eliza!

  1. Cheguei ao seu espaço, por ter lido a indicação no Twitter da Débora, aí em cima, rsrsrsrs.

    É um acúmulo de absurdos que contaminam a todos. A sociedade não valoriza o legal, o bom. Apenas as facilidades, o como se dar bem.
    O que aconteceu com Eliza é o resultado de uma família deformada! A mãe a abandonou quando ela era criança, o pai, responde a processo acusado de ter tentando violentar uma criança de 10 anos. Ela foi criada no ambiente da devassidão. Não que eu seja puritano, muito pelo contrário, sou liberalíssimo.
    A modelo começou a trocar de camas, acreditando que alcançaria a gloria, se deu mal.
    O Bruno viveu no mesmo caos, família também impregnada pela deformação, péssimos exemplos de conduta de todos e etc.
    Problemas e mais problemas acompanham esse rapaz de cerca de 26 anos já que tem experiências terríveis. Fruto de lar podre.
    Ainda mais tudo que esta sendo dito pela polícia não tem nada de concreto. Acredito que muitas coisas ainda vão surgir e outras surpresas acontecerão. Não afirmo que foi ele como muitas pessoas estão falando, não sei. O inquéritro ainda não foi concluido e falta “muita água passar por baixo da ponte”. Não participo de linchamento, não é uma coisa decente.
    Entretanto, são situações como essa que nos deixam com cara de bundões. A raça humana mostra a cada dia o nefasto, o lamentável.

    Um grande beijo.
    @GuararemaMatos
    http://afogandooganso.blogspot.com
    http://jafogandooganso.wordpress.com

  2. Eliza nao corria
    voava
    Nao respirava
    Arfava
    Nao nadava
    Mergulhava fundo
    Nao mastigava
    Engolia
    Nao dormia nem sonhava
    Viva com intensidade
    Parece que sabia
    Que nao ia dar tempo de chegar

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s