Navio Negreiro

Anúncios

Um comentário em “Navio Negreiro

  1. O MESMO MAR

    Hoje
    Nem tão diferente assim…
    Quem negará os horrores
    Quem negará as origens do que nos deixa perplexos
    Quem negará os sonhos coletivos
    Realizados apenas numa individualidade capilar.
    Quem negará as dores e maus tratos
    E a agonia de nosso povo miscigenado.
    Quem negará sua força
    Que contempla a linha do horizonte
    Fazendo a mesma viagem heróica
    Nos guetos
    Onde a liberdade e igualdade
    Existem nos corações e desejos
    De fazer uma viagem
    Simplesmente em um navio
    Sem nome
    Amanhã…

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s