Beija por mim

Quando fores à Macumba,
manda um beijo por mim

Beija o céu,
beija a beleza que vai tocar teu olhar
Beija a brisa que tocará sutilmente a tua boca
Beija as ondas…
Beija a minha história ao vê-la passar
Beija, um a um, os resquícios de luar
Olha para a imensidão ao sul…

Quando fores à Macumba
Beija a areia
a maria-farinha
Voa nas asas dos albatrozes
Deita sob o sol
e deixa ele dourar tua tez

Sente a liberdade passar por ti
sem te incomodar
Sente que eu estou ali
Porque ali me deixei ficar

Como se nunca fosse sempre!

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s