Vem? …

Vamos lá, vai.
Tire as suas máscaras que eu visto as minhas. Vamos experimentar a liberdade de poder não sermos nada. Que tal fechar um pouco os olhos para nos exercermos na escuridão? …
Se liberta dos protótipos e venha se sentar aqui no chão, no meu jardim, olhar comigo a carinha das flôres, traquilizar o zunido das abelhas.
Venha sentir um pouquinho desse vento antes que ele vire ventania, pior ainda, calmaria. Vamos lá, sem máscaras deve ser muito melhor. Pouse uma das suas mãos sobre uma das minhas. Uma só, porque com a outra a gente tem que se segurar no balanço. Sendo assim, pra cada frio na barriga vai havendo um soprar de amor, só pra encantar ainda mais o nosso dia.
Vem, vai! …

Anúncios

Um comentário em “Vem? …

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s