momentos, Sandra Barbosa de Oliveira 2

“No verso do cartão de embarque eu escrevi o seu nome”… Felipe Pena

As palavras do professor me fizeram ecoar uma história.
A história de um único e rápido momento passante. As palavras eram sobre um cartão de embarque. E as imagens do aeroporto vieram como num filme de arte. Estávamos tão sozinhos diante da despedida. Apesar das pessoas à volta havia um silêncio. Solidão. Eu não podia te olhar, tinha um adeus transbordando em teus olhos. Como eu gostaria de saber o que aconteceu ao entrar na sala e partir. Eu saí dali sem meu norte, peguei o carro e segui pelo caminho inverso como se abduzida por pensamentos de amor indecifrável com Bob Maley a me dizer incessantemente no rádio: “In high seas or-a low seas, I’m gonna be your friend”. Quase uma hora depois me percebi perdida na estrada em que os dois sentidos me levariam pra longe e voltei.
Devo ter sido levada pela corrente das lágrimas que não pude derramar, ou pelo olhar que você não pode ou não me quis entregar.

Anúncios

Um comentário sobre ““No verso do cartão de embarque eu escrevi o seu nome”… Felipe Pena

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s