O depois das horas

A princípio eu o abracei, e disse que podia contar comigo. Porque a notícia veio no soco. Mas com o passar dos segundos, dos minutos e das horas, as histórinhas foram se acoplando à história principal, e aí vem de volta aquele sentimento de: tem alguém querendo substimar (de novo) a minha inteligência. E foi aí que sucumbi a um sentimento rancoroso que vem talhando a minha autoestima há anos como se a cortasse em fatias, bem devagarinho.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s