Sandra Barbosa de Oliveira 2

Mudando de assunto

Bem, então vamos mudar o assunto para Neurociência.

Descobriu-se, depois de mais de quatro décadas de incansáveis pesquisas, que na verdade o nosso cérebro comanda TUDO o que ainda nem planejamos pensar.

Esse TUDO, que é tudo mesmo, é determinado por Ele, o cérebro, em até sete segundos, antes de tomarmos consciência de que estamos pretendendo qualquer coisa.
Não temos liberdade de escolha. Não há livre arbítrio.

Em tese, Ele, o cérebro, capta todas as nossas informações genéticas e as mensagens genéticas que recebemos de nossos antepassados (“nossas tais vidas passadas”) e decide o que vai ser do nosso “agora”. A tomada de consciência vem depois.

Só depois, vejamos……… 1 2 3 4 5 6 7, é que nos tornamos conscientes das ordens que “Ele” nos está emitindo. E que, através disso, nós vamos aprendendo e colecionando experiências, as quais passam para a memória que vai fazendo com que Ele, o cérebro, tenha cada vez mais informações para processar cada vez mais escolhas e determinar nosso futuro.

Então, eu chego à conclusão de que Ele, o cérebro, é “Deus”. E que, assim como vivemos as nossas “vidas passadas”, através da genética e das vivências de nossos antepassados, estamos abrindo/criando caminhos, colhendo informações, deixando mensagens guardadas, enriquecendo nossa genética para que nossos bebês, através das nossas experiências, construam nossa “vida eterna”.
Simples assim.

Bom “santo” feriado a todos!

*

( É fato! … Os neuroscientistas estão provando que nossas “vidas passadas” são registros genéticos através das experiências de vida, informações e mensagens que vêm sendo trazidas por nossos antepassados através do tempo, e que nosso cérebro sendo o dono dos códicos genéticos, manipula nossas vontades e ainda “inventa” historinhas pra que a gente justifique nossas ações, antes mesmo de tomarmos consciência dos nossos desejos. Isso já vem de fábrica. E se esse código genético vai passar para as gerações futuras, as informações estarão sempre vivas, como num chip e assim sendo, teremos “vida eterna”, pelo menos até onde esses genes conseguirem subsistir. Essas descobertas, que na verdade não são descobertas mas sim comprovações científicas, esbarram na Ética da vida em sociedade, pois nos entendemos dotados de livre arbítrio, e isso nos faz responsáveis pelos nossos atos. Mas estão provando que não há livre arbítrio. Que agimos quase que involuntariamente. Já pensou a anarquia se as pessoas começarem a se eximir da responsabilidade dos atos que praticam? É um estudo muito interessante. Ética X Ciência X Religião. Como será que vamos conviver com a evolução das descobertas no futuro? …)

Anúncios

Um comentário sobre “Mudando de assunto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s