Ciência, ciências políticas, Ciências Sociais, cidadania, comportamento, Cultura, filosofia, links, momentos, outros autores, Política, reflexão, Sandra Barbosa de Oliveira 2, vídeos

Fronteiras do Pensamento

Um canal científico-filosófico, imperdível.

http://www.fronteiras.com/mobile/

“Para cada ser humano, há um mundo perfeito feito especialmente pra ele.”
Zygmunt Bauman

Anúncios
Ajuda, Amor, Arte, ciências políticas, Ciências Sociais, cidadania, cinema, comportamento, crônica, Cultura, dia-a-dia, Educação, especial, Física Moderna, filosofia, fotografia, links, Literatura, momentos, outros autores, Política, realidade, reflexão, Saúde, Sandra Barbosa de Oliveira 2, solidariedade, sonho de consumo, vídeos, youtube

Thrive … the world is waking up!

Pra prestar muita atenção. Rever os valores. Conceitos. Rever atitudes. Pensar. Agir! … Mudar

Arte, cidadania, cinema, Cultura, Educação, fotografia, links, reflexão, Sandra Barbosa de Oliveira, solidariedade

Pelas produções brasileiras de audiovisual e cinema …

http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoListaSignatarios.aspx?pi=PLC116

Bora lá, rapaziada !!! … Vamos divulgar essa parada. E assinar … Nossos produtores, nossos artistas, nossos músicos, nossos técnicos … nossas famílias estão dependendo disso pra ter uma vida mais digna. O Brasil precisa dar valor para a própria cultura… para a própria produção artística. E isso depende também de VOCÊ !!! Vamos tirar a bunda da cadeira e nos juntarmos nessa briga por melhores condições de divulgação e veiculação de nosso cinema. #culturabrasil Salve salve !!! …

#forever, amigos para sempre, Amor, Arte, beleza, bem-querer, links, música, Obra Prima, outros autores, poemas, Sandra Barbosa de Oliveira, vídeos, youtube

Sexo e luz – Gal e Lokua Kanza

Quando o Sol
Abaixou
Num dia tão monótono,
A paixão
Me deixou
Atônito.

Me tirou
Da rotina,
E num momento único,
Alterou
Meu destino
De súbito.

Aí,
Saí do vale do meu tormento,
E fui
Cair no lago do teu amor;
Ali,
Aliviei todo o meu sofrimento,
E ui,
Me vi gemendo de prazer que nem de dor.

Enfim, lancei
De mim um grito;
E em ti, fui um
Com o infinito.

E no céu
Do meu eu,
No íntimo, no âmago,
Acendeu
Um límpido
Relâmpago.

No ápice,
Em átimos
Que pareceram séculos,
Eu me banhei
E me lavei
Em sexo e luz.

Então,
Além do monte, além do horizonte,
Oh sim,
Além do mundo, além da razão,
Oh não,
Bebi do poço sem fundo, da fonte
Sem fim,
O poço do desejo, a fonte da paixão.

Enfim, lancei
De mim um grito;
E em ti, fui um
Com o infinito.

Composição: Lobua Kanza/ Carlos Rennó